Vídeos de Biologia

Loading...

terça-feira, 20 de setembro de 2011

2011 - ANO INTERNACIONAL DAS FLORESTAS

     Formando um ecossistema fundamental para manutenção da vida no planeta, as florestas abrigam grande diversidade de seres vivos e são responsáveis por aproximadamente 40% do oxigênio liberado na atmosfera.
     Pelo fato de estarem sofrendo, nas últimas décadas, agressões das mais diversas como, por exemplo, os desmatamentos e queimadas, a ONU – Organização das Nações Unidas instituiu o ano de 2011 como sendo o Ano Internacional das Florestas.
     Esse fato é muito significativo porque durante todo o ano ocorrerão uma série de eventos, reuniões e movimentos em prol das florestas, fazendo com aumente a conscientização dos povos do mundo todo para o problema das florestas.
Entenda melhor o papel das florestas

No dicionário significa o termo “floresta” significa “denso conjunto de árvores que cobrem vasta extensão de terra” (fonte: Dicionário Houaiss), mas, na prática ela é muito mais do que isso! As florestas, independente do clima predominante, abrigam inúmeras espécies de animais e vegetais, além de favorecerem um ciclo de elementos naturais que estão constantemente proporcionando a manutenção da vida: são os ciclos biogeoquímicos, ou seja, minerais e gases atmosféricos que são incorporados pelos animais e vegetais fazendo parte de seu metabolismo e são devolvidos ao ambiente para continuarem ativos no ciclo. Podemos mencionar alguns exemplos desses ciclos: ciclo da água, do oxigênio, do carbono entre outros.
     A ONU divulgou alguns dados significativos que nos ajudam a refletir sobre o importante papel das florestas:

- 1,6 bilhões de pessoas em todo dependem diretamente das florestas para sobrevivência;

- 300 milhões de pessoas em todo mundo vivem ao redor de florestas;

- Elas abrigam cerca de 80% da biodiversidade mundial;

- 30% da matéria prima utilizada para produção de vários produtos são retirados das florestas, portanto essa retirada deve ser feita de forma sustentável.
Tipos de florestas
Equatorial: com alto índice de umidade pela alta taxa pluviométrica, interior quente e vegetação exuberante, como se vê na Floresta Amazônica;

Tropical: também com extrema variedade de espécies, com interior quente e úmido, mas não tanto quanto a Floresta Equatorial. A Mata Atlântica é um exemplo desse tipo de floresta.

Temperada: predominância de vegetais do grupo das angiospermas, com folhas caducas, isto é, que caem durante o inverno, por isso também chamada de Florestas Caducifólias, muito comuns na Europa e no Canadá.

Coníferas: encontrada nas grandes altitudes e/ou latitudes, formada quase que exclusivamente de gimnospermas, como os pinheiros, cedros e ciprestes da região sul do Brasil.

As florestas em perigo!

     Segundo dados do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas, o desmatamento em grande escala já chega a 46% das matas primitivas do planeta. Dos 62.200.000 Km2 de florestas originais, somente 33.400.000 ainda cobrem a superfície do planeta.

     Todo ano, cerca de 170 mil Km2 de mata desaparecem, sendo a principal forma de desmatamento as queimadas de grandes áreas para o cultivo da agricultura e a prática da pecuária. A comercialização da madeira, a expansão dos centros urbanos, a construção de estradas e o extrativismo de interesse econômico são outros importantes motivos que levam à devastação.

     O Brasil é um país privilegiado no que se refere às florestas, mas infelizmente as políticas ambientais não estão levando isso em consideração, pois, segundo o WWF - Fundo Mundial para a Natureza, infelizmente somos recordistas em desmatamento, pois somente na Amazônia são derrubados aproximadamente 15 mil Km2 de floresta.
Curiosidades

* Já foram registradas na Floresta Amazônica brasileira 2.500 espécies de árvores. Em apenas um hectare são encontradas 300 espécies vegetais diferentes.

* Existem nada menos que 30 milhões de espécies de insetos na Terra. A região da Amazônia é moradia de um terço desse total. É lá que vive o maior besouro do mundo, o Titanus gigantus, com seus 20 centímetros de comprimento.
Vista aérea da Floresta Amazônica
(fonte: Guia dos Curiosos)