Vídeos de Biologia

Loading...

quarta-feira, 24 de abril de 2013

SAIBA MAIS SOBRE AS BACTÉRIAS
     As bactérias são os seres mais antigos da Terra e também os mais numerosos. Elas estão por toda parte: no solo, na água, no ar, na poeira, em fontes termais, em vulcões etc. São seres simples, constituídos de uma célula só, portanto são unicelulares. Esta célula é resistente, possuindo uma parede celular protetora na maior parte das espécies. Logo abaixo da parede celular, encontra-se a membrana plasmática, que separa o conteúdo da célula do meio exterior.
     As bactérias possuem diversos formatos como bastões (bacilos), bolas (cocos), saca-rolhas etc. Reproduzem-se muito rápido por uma divisão simples (fissão binária) que pode acontecer, dependendo do tipo de bactéria, a cada 20 minutos. Para se ter uma ideia, a partir de uma única bactéria pode-se chegar a cinco bilhões delas após 12 horas de cultivo!
     As células bacterianas não possuem núcleo: seu material genético não está tão organizado como nos seres eucariotos. Além disso, elas não possuem organelas, ou seja, elas não têm compartimentos internos diferenciados realizando funções diferentes. Mesmo simples assim, elas são capazes de ocupar todos os ambientes da Terra!
     A maioria das bactérias não causa doenças nos seres humanos. Somente um pequeno grupo de bactérias é responsável por doenças, como a hanseníase (outrora chamada de lepra), a pneumonia, o tifo, a peste bubônica, alguns tipos de tuberculose, alguns tipos de diarreia, o cólera etc. No entanto, este pequeno grupo é composto por centenas de espécies e outras dezenas de variedades dentro de cada espécie. Então pode se ter uma ideia da variedade e quantidade de espécies destes seres existentes sobre a Terra.
     As bactérias só podem ser vistas com o auxílio de um microscópio, que é capaz de aumentar as imagens centenas ou milhares de vezes. No entanto, sem o microscópio é possível ver as colônias, estruturas formadas por milhares delas.
 Mycobacterium tuberculosis
Bacillus sp.
     Algumas bactérias podem também fazer fotossíntese, respirar oxigênio ou mesmo sobreviver sem ele! Muitas vivem em grandes profundidades (mais de 2000 metros!) e respiram um gás (sulfeto de hidrogênio - H2S) que é mortal para os seres humanos!
 
Rickettsias
     As rickettsias são bactérias muito pequenas que mal podem ser vistas com um microscópio comum (microscópio óptico). Estes organismos são procariotos (também não possuem núcleo e são unicelulares) como as outras bactérias e arqueobactérias, mas possuem uma diferença: vivem, quase sempre, dentro de outras células; são parasitas portanto. Elas causam doenças em seres humanos como o tifo (transmitida por piolhos!) e a febre maculosa (transmitida por carrapatos).
     Seu tamanho e o fato delas só poderem viver e se reproduzir dentro de outras células, levantaram a suspeita delas serem as descendentes das primeiras bactérias que foram englobadas por uma célula eucariota, gerando as mitocôndrias! Esta teoria ganhou um outro argumento a favor: o genoma de Rickettsia prowaseckii, causadora do tifo endêmico, que foi recentemente sequenciado, revelando seu parentesco com nossas mitocôndrias!
 
Imagens retiradas de MicrobeLibrary.org e de  nature genome gateway